"Para que todos vejam e saibam, considerem e juntamente entendam, que a mão do SENHOR fez isso, e o Santo de Israel o criou".

Isaías 41.20

sábado, 26 de março de 2011

CONSERVE-SE ENTRE VÓS A CARIDADE FRATERNA


Isso já lhe aconteceu? A campainha da porta soa e, quando você responde seu coração cai, pois você abriu a porta para alguém que você não gosta. Não é que você ativamente desgoste dessa pessoa, é mais como se a personalidade de vocês não se ajustem, e o relacionamento exige um bocado de trabalho de sua parte. Seu primeiro instinto é: agir como se estivesse muito ocupado para conversar, mesmo que não esteja. Você sabe que deveria ser mais generoso, mas simplesmente não sente em seu interior que isso seja possível.  

O autor da Carta aos Hebreus fala sobre o amor mútuo – algo que Jesus ordenou na última Ceia quando disse aos discípulos: “Como eu vos tenho amado, assim também vós deveis amar-vos uns aos outros” (Jo 13,34). E, então, como fazemos isso, especialmente em situações como a descrita acima? Tentar juntar a quantidade suficiente de boa vontade pode funcionar por algum tempo, mas eventualmente perderemos nossa energia. E sentimos, também, que sendo completamente honestos e dizendo a nosso vir a ser amigo para nos deixar sozinho não só é doloroso, como errado. No final, nós simplesmente não temos o que é necessário para colocar essas palavras em prática.

E é isso exatamente o que Deus deseja que saibamos! O amor que Jesus mandou dar, e que a Carta dos Hebreus nos exorta, é um amor que só pode nos ocorrer como um dom do Espírito Santo. Jesus nos disse que é fácil amar aqueles que nos tratam bem – mesmo os pagãos fazem isso (Mt 5,46-47). Mas é necessário nada menos do que a intervenção divina para encontrar forças para amar aquelas pessoas que são diferentes de nós, que nos trataram mal, ou que simplesmente nos lembram o caminho errado.

O único que nos ama perfeitamente, o único que pode abrir espaço para todos em seu coração, é Jesus. E é apenas se entregando a Ele que nos perceberemos ser capazes de tratar com respeito, honra e amor. Estas palavras o desafiam? Ótimo!

Deixe que esse desafio o leve a buscar o SENHOR mais completamente. Diga a Ele que você precisa de Seu amor. Diga que você deseja se tornar mais semelhante a Ele. Abandone até o menor dos julgamentos e preconceitos que você tenha, para que assim possa olhar para todos da mesma maneira – como filhos amados de Deus, merecedores de grande respeito, honra e amor.                                                      
                                                            “Jesus, reduzi-me a amar!”
(A Palavra entre nós, Ed. Nº 115, pág. 21, Comunidade Emanuel)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Sejam todos benvindos ao mundo encantado da Turminha do Rancho das Pererecas

A Turminha do Rancho das Pererecas é tudo de bom!
Essa Turminha é muito inteligente, e nunca param de sonhar...
Sonham com um mundo melhor e mais justo, onde os humanos e os animais, viverão em perfeita harmonia e PAZ!
Sonham com o dia em que o homem não se verá, como um ser superior, mas sim, como parte integrante deste universo chamado Reino Animal...
Essa Turminha, luta por tudo que acreditam, e estão sempre prontos para ajudar a alguém...
São capazes de tirar de si mesmo para dividir com o próximo...
Adoram a Deus, acreditam na vida e amam todos os companheiros deste mundo encantado chamado animal...
Eles acreditam nas criaturas e no Criador...
Vivem buscando novas idéias, novas soluções, novas direções, para que a vida venha ser vivida realmente como um grande Milagre de Deus, pois afinal, no mundo encantado da Turminha do Rancho das Pererecas, tudo é possível àquele que crê!