"Para que todos vejam e saibam, considerem e juntamente entendam, que a mão do SENHOR fez isso, e o Santo de Israel o criou".

Isaías 41.20

sexta-feira, 30 de setembro de 2011


Senhor Jesus,
obrigado por ser o meu melhor amigo!
Não tenho  como agradecer tamanha misericórdia
que Tens por mim...
Te amo, e sempre Te amarei!
O Senhor é e sempre será
o amor da minha alma!
Te amo! Te amo! Te amo!
para sempre.
eu continuo existindo,
 porque o Senhor continua me amando.

quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Perdoar sempre

No domingo de 11 de setembro p.p. , a liturgia  nos falava da correção fraterna, ou de que modo devemos agir em relação ao irmão que erra. Hoje refletimos sobre o limite da correção e do perdão, que não deve ser uma atitude isolada, mas uma opção de vida, longe de uma uma atitude interesseira, uma espécie de comércio com Deus: eu perdoo para que Deus me perdoe e, uma vez perdoando, torno-me credor de Deus.

O perdão verdadeiro nasce da consciência de que Deus já nos perdoou. Em seu Filho Jesus Cristo, manifestou-nos a grandeza de sua misericórdia que é infinita. Assim, mais que uma atitude interesseira, o perdão nos liberta.

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Declaração de amor a Ti, SENHOR!

Tu és a minha vida, outro Deus não há.
Tu és a minha estrada, a minha verdade.
Em Tua Palavra, eu caminharei,
 enquanto eu viver e até quando Tu quiseres.
Já não sentirei temor, pois estás aqui.
Tu estás no meio de nós.
Creio em Ti, SENHOR, vindo de Maria.
Filho Eterno e Santo, homem como nós.
Tu morreste por amor, vivo estás em nós.
Unidade Trina com o Espírito e o Pai.
E um dia, eu bem sei, Tu retornarás
e abrirás o Reino dos Céus.
Tu és minha força, outro Deus não há.
Tu és a minha paz, minha liberdade.
Nada nesta vida nos separará.
Em Tuas mãos seguras minha vida guardarás.
Eu não temerei o mal,
Tu me livrarás e no Teu perdão, viverei.
Ó SENHOR da Vida, creio sempre em Ti!
Filho Salvador, eu espero em Ti.
Santo Espírito de Amor, desce sobre nós.
Tu, de mil caminhos, nos conduzes a uma fé
e por mil estradas onde nós andarmos,
qual semente, nos levarás.
Bendito sejas Tu, Ó SENHOR!

terça-feira, 20 de setembro de 2011

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Ao Deus misericordioso e bondoso!

Na verdade, é justo e bom agradecer-Vos, Deus Pai, porque constantemente nos chamais a viver na felicidade completa. Vós, Deus de ternura e de bondade, nunca Vos cansais de perdoar. Ofereceis Vosso perdão a todos convidando os pecadores a entregar-se confiantes à Vossa misericórdia.
Como é grande, Ó Pai, a Vossa misericórdia!
Jamais nos rejeitastes quando quebramos a Vossa aliança, mas por Jesus, Vosso Filho e nosso irmão, criastes com a família humana, nosso laço de amizade, tão estreito e forte, que nada poderá romper. Concedeis agora a Vosso povo tempo de graça e reconciliação. Dai, pois, em Cristo novo alento à Vossa Igreja, para que se volte para Vós. Fazei que, sempre mais dócil ao Espírito Santo, se coloque ao serviço de todos.

domingo, 18 de setembro de 2011

Canto de Ofertas
Quando o trigo amadurece e do sol recebe a cor; quando a uva se torna prece na oferta do nosso amor. Damos graças pela vida derramada neste chão, pois és Tu, ó Deus da Vida, quem dá vida a criação.
Os presentes da natureza, o amor do coração; o Teu povo canta a certeza, traz a vida em procissão. Abençoa nossa vida, o trabalho redentor, as colheitas repartidas, para celebrar o amor.

sábado, 17 de setembro de 2011

Deus conta com cada um de nós!


Se não podemos impor ao irmão a mudança de vida, nem por isso devemos nos omitir em lhe apresentar a verdade que brota da Palavra de Deus. Esta ajuda na conversão deve necessariamente ser vivida dentro do amor ao próximo, no respeito e na vida em comunidade.

sexta-feira, 16 de setembro de 2011



Recados de Religiosas

Por Cristo, com Cristo, em Cristo,
a Vós, Deus Pai todo-poderoso,
na unidade do Espírito Santo,
toda a Honra e toda a Glória,
agora e para sempre.


Leitura do Livro do Eclesiástico



O rancor e a raiva são coisas detestáveis; até o pecador procura dominá-las. Quem se vingar encontrará a vingança do Senhor, que pedirá severas contas dos seus pecados. Perdoa a injustiça cometida por teu próximo: assim, quando orares, teus pecados serão perdoados. Se alguém guarda raiva contra o outro, como poderá pedir a Deus a cura? Se não tem compaixão do seu semelhante, como poderá pedir perdão dos seus pecados? Se ele, que é um mortal, guarda rancor, quem é que vai alcançar perdão para os seus pecados? Lembra-te do teu fim e deixa de odiar; pensa na destruição e na morte, e persevera nos mandamentos. Pensa nos mandamentos e não guardes rancor ao teu próximo. Pensa na Aliança do Altíssimo, e não leves em conta a falta alheia!

Palavra do SENHOR!

quinta-feira, 15 de setembro de 2011


O verdadeiro sentido da existência humana não está em viver para si mesmo e sim no acolhimento do Cristo Ressuscitado. Este acolhimento implica dar e receber o perdão.

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

A Cruz agora está vazia!

          Dizem que o ferro é forte,
   Mas o fogo derrete o ferro...
      Dizem que o fogo é forte,
Mas a água apaga o fogo...
     Dizem que a água é forte,
  Mas o vento espalha a água...
            Dizem que a montanha é forte,
              Mas o homem derruba a montanha...
     Dizem que o homem é forte,
Mas a morte vence o homem...
Dizem que a morte é forte,
Mas Jesus venceu a morte!

terça-feira, 13 de setembro de 2011


Jerusalem de Ouro
A Bíblia é a Palavra de Deus semeada no meio do povo, que cresceu e nos transformou, ensinando-nos viver um mundo novo.
Deus é bom, nos ensina a viver, nos revela o caminho a seguir: só no amor, partilhamos seus dons, sua presença iremos sentir.
Somos povo, o povo de Deus, e formamos o Reino de irmãos. E a Palavra que é viva nos guia e alimenta a nossa união.

segunda-feira, 12 de setembro de 2011


Ó Deus, Pai de bondade, que nos redimistes e adotastes como filhos e filhas, concedei aos que creem no Cristo a verdadeira liberdade e a herança eterna. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém


domingo, 11 de setembro de 2011

70 X 7


A liturgia de hoje nos recorda quão difícil é perdoar. Em meio aos aborrecimentos do dia a dia, desejamos estabelecer um limite para manifestar o perdão. Jesus, no entanto, nos ensina que devemos perdoar sempre, pois o Pai do Céu sempre nos perdoa.
Devemos sempre implorar a Deus, o dom do perdão!
O reino do céu é semelhante a uma rede que,
 jogada ao mar, recolhe peixes de toda a espécie.
                                                                                                         (Mt 13,47)


Redes de pesca são destinadas a coletar qualquer coisa que esteja em seu caminho quando jogadas na água. É natural, portanto, que quando uma rede é puxada para o barco contenha toda sorte de coisas: peixes comestíveis, peixes não comestíveis, restos marinhos, assim como todo tipo de pedaços de coisas quebradas. A rede não discrimina entre o bom e o mau, ou o útil e o inútil. Depende do pescador decidir o que guardar e o que descartar.
As Escrituras estão cheias de histórias de Jesus pescando pessoas, não só boas, como as más: alimentando cinco mil, a mulher flagrada em adultério, o coletor de taxas corrupto, Zaqueu, o fariseu honesto, Nicodemos, e tantos outros. Não importa onde quer que fosse, Jesus jogava sua rede tentando juntar pessoas para seu reino.
Quando Jesus começou seu ministério terreno chamou seus seguidores para serem "pescadores de homens", e os enviou para jogar suas próprias redes em todos os que encontravam. Hoje, Deus nos chama exatamente para a mesma tarefa. Tão indiscriminadamente quanto os primeiros Cristãos fizeram - e tão indiscriminadamente como o próprio Jesus fez - Deus deseja que partilhemos a boa nova com todos os que encontrarmos. Imagine como o mundo poderia ser modificado se cada um de nós, ao ler essa meditação pudesse atingir apenas duas pessoas hoje com o evangelho. A pesca seria imensa!
Você pode fazer a diferença. Você pode falar com as pessoas sobre o amor de Deus. Pode até ajudar algumas pessoas a se tornarem pescadoras de homens, espalhando a rede do cristianismo ainda mais longe.  Existem oportunidades em todos os lugares: um membro da família buscando por sentido em sua vida, um vizinho que precisa de um ouvido simpático, um paroquiano buscando por um amigo. Não tenha medo de espalhar a mensagem do evangelho com eles. Tudo o que voce tem a fazer é contar a sua história; o Espírito Santo lhe dará as palavras adequadas. E não se preocupe se as pessoas com as quais se encontrar sejam "peixes bons" ou "peixes maus". Jesus só pede que você os capture e os leve a Ele. Ele se encarregará do resto.

"Espírito Santo, enchei-me com a coragem e o excitamento para partilhar o evangelho. Tornai-me um pescador de todos os homens e muheres com os quais eu hoje me encontrar."

(Texto extraído da Palavra entre Nós, Edição 117, pág. 68, 2011)
 

sábado, 10 de setembro de 2011

Confiança absoluta


Só em Deus repousa minha alma, só Dele me vem a salvação. Só Ele é meu rochedo, minha salvação; minha fortaleza; jamais vacilarei. (Sl 61 1-2)



sexta-feira, 9 de setembro de 2011

DIÁRIO DE UM BEBE QUE ESTÁ PARA NASCER

5 de outubro: Hoje começa minha vida, meu pais ainda não sabem. Sou tão pequena quanto uma semente de maçã, mas já existo e sou única no mundo e diferente de todas as demais. E, apesar de quase não ter forma ainda, serei uma menina. Terei cabelos loiros e olhos azuis, e sei que gostarei muito de flores. Os cientistas diriam que tudo isto já tenho impresso no meu código genético.
19 de outubro: Cresci um pouco, mas ainda sou muito pequena para poder fazer algo por mim mesma. A mamãe faz tudo por mim. Mas o mais engraçado é que nem sabe que está me carregando consigo, precisamente debaixo de seu coração, alimentando-me com seu próprio sangue.
23 de outubro: Minha boca começa a tomar forma. Parece incrível! Dentro de um ano, mais ou menos, estarei rindo, e mais tarde já poderei falar. A partir de agora sei qual será minha primeira palavra: Mamãe: Quem se atreve a dizer que ainda não sou uma pessoa viva? É claro que sou, tal como a diminuta migalha de pão é verdadeiramente pão.
27 de outubro: Hoje meu coração começou a bater sozinho. De agora em diante baterá constantemente toda minha vida, sem parar para descansar. Então, depois de muitos anos, se sentirá cansado e irá parar e eu morrerei de forma natural. Mas agora não estou no final, e sim no começo da minha vida.



2 de novembro: A cada dia cresço um pouquinho, meus braços e pernas estão tomando forma. Mas quanto terei de esperar até que minhas perninhas me levem correndo para os braços da minha mãe, até que meus braços possam abraçar meu pai!
12 de novembro: Em minha mãos começam a se formar alguns pequeninos dedos. É estranho como são pequenos; contudo, como serão maravilhosos! Acariciarão um cachorrinho, lançarão uma bola, irão recolher flores, tocarão outra mão. Talvez algun dia meus dedos possam tocar violino ou pintar um quadro.
20 de novembro: Hoje o médico anunciou a minha mamãe pela primeira vez, que eu estou vivendo aqui debaixo do seu coração. Não se sentes feliz mamãezinha? Logo estarei em teus braços!
25 de novembro: Meus pais ainda não sabem que sou uma menina, talvez esperam um menino. Ou talvez gêmeos! Mas lhes darei uma surpresa; quero me chamar Catarina, como minha mãe.
13 de dezembro: Já posso ver um pouquinho, mas estou rodeada ainda pela escuridão. Mas logo, meu olhos se abrirão para o mundo do sol, das flores, e dos sonhos. Nunca vi o mar, nem uma montanha, nem mesmo o arco iris. Como serão na realidade? Como é você, mamãe?
24 de dezembro: Mamãe, posso ouvir teu coração bater. Você pode ouvir o meu? Lup-dup, lup-dup…, mamãe você via ter uma filhinha saudável. Sei que algumas crianças têm dificuldades para entrar no mundo, mas há médicos que ajudam as mães e os recém nascidos. Sei também que muitas mães teriam preferido não ter o filho que levam no ventre. Mas eu estou ansiosa para estar nos teus braços, tocar o seu rosto, olhar nos teus olhos, Você me espera com a mesma alegria que eu?
28 de dezembro: O que está acontecendo? O que estão fazendo? Mamãe, não deixe que me matem! Não, não!
Mamãe, por que você permitiu que acabassem com minha vida? Teríamos sido tão felizes…
FONTE: Site de Ohio Right to Life. Extraído com permissão desta organização a Vida Humana Internacional. via Blog Vocacionados Menores

Postagens populares

Sejam todos benvindos ao mundo encantado da Turminha do Rancho das Pererecas

A Turminha do Rancho das Pererecas é tudo de bom!
Essa Turminha é muito inteligente, e nunca param de sonhar...
Sonham com um mundo melhor e mais justo, onde os humanos e os animais, viverão em perfeita harmonia e PAZ!
Sonham com o dia em que o homem não se verá, como um ser superior, mas sim, como parte integrante deste universo chamado Reino Animal...
Essa Turminha, luta por tudo que acreditam, e estão sempre prontos para ajudar a alguém...
São capazes de tirar de si mesmo para dividir com o próximo...
Adoram a Deus, acreditam na vida e amam todos os companheiros deste mundo encantado chamado animal...
Eles acreditam nas criaturas e no Criador...
Vivem buscando novas idéias, novas soluções, novas direções, para que a vida venha ser vivida realmente como um grande Milagre de Deus, pois afinal, no mundo encantado da Turminha do Rancho das Pererecas, tudo é possível àquele que crê!