"Para que todos vejam e saibam, considerem e juntamente entendam, que a mão do SENHOR fez isso, e o Santo de Israel o criou".

Isaías 41.20

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Deus Criador!

"Tu me alegras, SENHOR, as obras de Tuas mãos levam-me a cantar de alegria."
                                                                                Sl. 92.4a


O Céu é uma certeza


Domingo p.p. celebramos a Páscoa de Maria, a festa mais antiga em honra da Virgem, que nos recorda que, ao final de sua vida, Ela foi elevada em corpo e alma à Glória do Céu.

Podemos falar de uma glória terrena de Maria. Afinal, que outra criatura humana foi mais amada e invocada, mais retratada pelos artistas de todos os tempos e inspirou mais poetas e músicos ao longo da história? Tudo isso vem comprovar aquilo que o Espírito Santo já havia dito pelos seus lábios: "Todas as gerações me chamarão bem-aventurada."

Essa glória humana, no entanto, não tem comparação com a verdadeira glória de Maria, que é  aquela que toda a Igreja, toda criatura humana, é chamada a ser: o louvor da glória de Deus. Maria é, pois, o ícone escatológico da Igreja, ou seja, nela se antecipa aquilo que será a futura realização de todos nós. Em Maria realiza-se plenamente a expressão lapidar de Santo Irineu: "A glória de Deus é o homem vivo."

"Nossa Senhora entrou na glória
de corpo e alma, com Seu Filho está no céu;
Foi companheira de Sua história: é Mãe! Rainha!
Agora, vive imersa em Deus."

 
Dos Anjos pela mão, partiste, enfim, daqui. Tu és Senhora dos Santos Anjos! Recorda, ó Mãe de Deus, dos filhos que são teus e nos ensina a contemplar e a bem servir.


terça-feira, 30 de agosto de 2011

O advogado que Eu mandarei para vocês de junto do Pai,...
quando ele vier, dará testemunho de mim.
Vocês também darão testemunho de mim.
(João 15,26)


                                Quando você conhece alguém maravilhoso, você não pode esperar para apresentá-lo a todos os seus amigos. Pense nos que acabaram de se apaixonar e estão ansiosos por fazer com que seus amigos e familiares conheçam a pessoa que estão amando.
                                 O advogado, o Espírito Santo, é assim. Ele não consegue parar de falar sobre Jesus. Ele deseja que o mundo todo o conheça!
                                 Porque o Espírito Santo vive em nós, Ele deseja nos tornar tão anciosos para conhecer Jesus de uma forma revigorante. E quanto mais próximos estivermos do Espírito, mais desejosos ficaremos de nos unirmos a Ele em sua missão. Começamos a ver toda a descoberta recente como notícias boas que podemos usar. Talvez nos impressionemos com o senso de humor afiado de Jesus e possamos encontrar uma forma de simplesmente sermos tão alegres. Talvez percebamos que Deus nos ama independente do que façamos, e comecemos a procurar formas de tratar as outras pessoas com o mesmo amor. Talvez uma passagem da Bíblia nos impressione novamente, e simplesmente tenhamos de compartilhá-la com uma amigo íntimo. Sejam quais forem os insights que recebamos do Espírito, fale com empolgação! Encontre uma forma de continuar a riqueza que você recebeu!
                                 Na primeira leitura de hoje, encontramos Lídia outra pessoa que descobriu Jesus e não conseguiu mntê-Lo só para si. Assim que Paulo a apresentou a Ele, ela desejou aprender mais e mais. Não era suficiente estar presente nos serviços de adoração às margens do rio uma vez por semana. Ela desejava que Paulo ficasse na sua casa para que pudesse se sentar aos seus pés e ouvir mais sobre Jesus. Ela provavelmente convidou muitos amigos também para que esses pudessemn conhecer Paulo e ouvir o que ele tinha a dizer sobre Jesus.
                                  Nenhum de nós tem um "canto" para conhecer Jesus. Na realidade, cada um de nós tem um relacionamento único com Ele. Isso significa que temos muito a aprender uns com os outros - não só aqueles que caminharam com o Senhor por um longo tempo, mas também aqueles para quem as boas novas são recentíssimas. Então, sejamos abertos uns com os outros!
"Jesus, obrigado por se apresentar para mim. Desejo conhecê-Lo ainda melhor. Ajude-me a
aprender e a crescer enquanto compartilho com seus outros amigos."  
(A Palavra entre Nós, Edição 116, ano 2011, pág. 66)
    

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

terça-feira, 23 de agosto de 2011



Deus Eterno e Todo-Poderoso, que elevastes à glória do céu em corpo e alma a imaculada Virgem Maria, Mãe do Vosso Filho, dai-nos viver atentos às coisas do alto, a fim de participarmos da sua Glória. Por Nosso SENHOR Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo. Amém.

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

Ave, Maria!
Alegremo-nos todos no SENHOR, celebrando este dia festivo em honra da Virgem Maria: os Anjos se alegram pela sua Assunção e dão glória ao Filho de Deus.


domingo, 21 de agosto de 2011

ASSUNÇÃO DE NOSSA SENHORA

Vem, Maria, vem!
Vem nos ajudar neste caminhar tão difícil rumo ao Pai.
Vem, querida Mãe, nos ensinar a ser testemunhas do Amor, que fez do teu corpo sua morada, que se abriu para receber o Salvador!
Nós queremos, ó Mãe, responder ao amor de Cristo Salvador. Cheios de ternura, colocamos confiantes em Tuas mãos, esta Oração.
Ao recordarmos que Maria foi elevada ao céu em corpo e alma, estamos igualmente celebrando nossa esperança de que, um dia, se vivermos como Cristo ensinou, poderemos chegar à Glória de Deus.

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Minha Querida Mãe, interceda a Deus, por cada pessoa que estiver acessando essa página...Por amor do Teu Filho Senhor Jesus, cubra com o Teu Santo Manto cada um de nós e não nos deixe cair em tentação! Te agradeço, mãezinha, de todo o meu coração, para Honra e Glória do Santo nome de Jesus.
Amém

terça-feira, 16 de agosto de 2011

A casa encheu-se do perfume do bálsamo (João 12,3)


Imagine que você esta tendo um relacionamento sério e deseja comprar um presente para essa pessoa especial. Você não iria pegar a primeira coisa que tivesse visto na loja de descontos local. Você levaria o tempo necessário para encontrar exatamente a coisa certa. E quando desse o presente não iria simplesmente deixá-lo com uma nota casual. Você o entregaria pessoalmente, e deixaria que soubessem o quão importante era.

Todas essas ações são similares ao que Maria fez no Evangelho de hoje. Seu presente de nardo revela a extravagante devoção, não só de uma amante. E é extraordinário, são só pelo alto valor - um ano inteiro de salário - mas pela maneira como ela O deu. Se ela tivesse a intenção de ungir Jesus para o enterro deveria cobrir sua cabeça com o bálsamo. Mas em um ato de adoração e louvor, ao contrário, ela ungiu Seus pés. Com isso está dizendo: "Eu vos amo, Jesus, por tudo o que tendes feito e por tudo que ainda vais fazer por mim."
Jesus podia estar esperando o mesmo tipo de devoção por parte de Judas. Afinal, ele era um dos doze homens  que haviam sidos escolhidos em todo Israel. Judas tinha estado com Jesus por três anos inteiros, ouvindo-O pregar, observando-O realizar milagres. Mas, por algum motivo, Judas perdeu sua devoção. Tornou-se tão egoísta que não podia mais dar nada a Jesus - muito menos seu coração. Judas estava interessado apenas no que podia conseguir para ele mesmo. Estava até pronto para traisr Jesus por um monte de moedas de prata!
Quando você orar esta semana mantenha a imagem de Maria em sua mente. Peça ao Espírito Santo para lhe dar um sentimento profundo de louvor. Medite sobre tudo o que Ele já lLhe abençoou. Pondere sobre sua obra incomparável de redenção na Cruz. Deixe de lado toda a ansiedade sobre o futuro, ou memórias amargas sobre o passado. Lembre-se apenas que hoje Ele o ama. Deixe que essa verdade penetre em seu coração para que você o louve e o agradeça do fundo do seu ser. E saiba que qualquer oração humilde e de gratidão que ofereça é para Ele como cheiro doce do incenso!
"Senhor, como posso vos agradecer por terdes me redimido dos pecados e pela nova vida que me concedestes? Jamais poderei vos agradecer o suficiente!"


segunda-feira, 15 de agosto de 2011

O Direito de Perdoar

"Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: "Vós ouvistes o que foi dito: Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo!" Eu, porém, vos digo: Amai os vossos inimigos e rezai por aqueles que vos perseguem! Assim, vos tornareis filhos ao vosso Pai que está nos céus, porque Ele faz nascer o sol sobre os maus e bons, e faz cair a chuva sobre justos e injustos. Porque, se amais somente aqueles que vos amam, que recompensa tereis? Os cobradores de impostos não fazem a mesma coisa? E se saudais somente os vossos irmãos, o que fazeis de extraordinário? Os pagãos não fazem a mesma coisa? Portanto, sede perfeitos comlo v vosso Pai celeste é perfeito". (Mt 5,43-48)

            Jesus deseja que seus discípulos alarguem as medidas do seu amor. Não devemos amar somente aqueles que merecem ser amados, mas também aqueles que precisam de nosso amor e perdão para serem envolvidos pela misericórdia de Deus. A esses, a Bíblia chama de nossos "inimigos", ou seja, aqueles que precisam que nosso amor seja insistente para alcançá-los. Por isso, em outro lugar, Jesus fala de uma amor que insiste 70x7.
           Amar o inimigo quer dizer concretamente perdoar. Muitos são os que não sabem como começar a perdoar ou não conseguem distinguir se perdoaram ou não alguém que lhes feriu o coração. O critério de Jesus é claro: o perdão começa a acontecer quando oramos por nossos inimigos, aqueles que nos magoam e perseguem. Quando abrimos nosso coração e nossos lábios para invocar a bênção de Deus sobre alguém que deixou marcas negativas em nossa vida, esse é o sinal concreto de que o perdão já começou e vai dar frutos de paz em nosso coração. Mesmo aqueles que não podemos alcançar por nossas palavras ou gestos de reconciliação, podem ser alcançados por nossa oração. Esse é o primeiro passo, e pode ser dado ainda no dia de hoje...
           Perdoar é um dever e um direito
           Ao nos ensinar a mais bela oração, saída do seu coração de Filho, Jesus ensinou-nos também a mais preciosa das lições do amor: a lição do perdão. É bem claro o alerta dado pelo Mestre: "se não perdoardes aos homens, vosso Pai também não perdoará as faltas que cometestes" (Mt 6,15) . Por isso,, Jesus nos ensinou a orar diariamente "perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido" (Mt 6,12).
          Perdoar não é somente um dever de todo servo obediente de Deus, mas é também um direito de todo filho que deseja viver reconciliado com o Pai. Você tem o direito de perdoar, porque Jesus na Cruz lavou em amor misericordioso todos os pecados do mundo, incluindo aqueles que possa ter ferido você. Deixe fluir o rio de amor que brota da cruz: seja um canal por onde o perdão de Deus chega àqueles que Dêle precisam, e o próprio SENHOR se encarregará de perdoar seus erros e pecados. Perdoe e seja perdoado.

Ore, agora, pedindo que o amor de Deus jorre através de seu coração.

"Pai bondoso, desejo exercitar hoje a lição do perdão. Peço-Te a graça da vigilância, para estar atento a toda oportunidade de derramar o Teu amor sobre aqueles que hoje, passarem por mim e deixarem marcas em meu coração. Recorda-me nessa hora, SENHOR, que o Teu Filho Jesus já tomou sobre si toda a vergonha, toda humilhação, toda injustiça, toda perseguição, a fim de que eu ficasse livre e capaz de retribuir o mal com o bem. Pai, em Nome de Jesus, hoje vou exercitar o meu direito de perdoar, para permanecer em paz Contigo e com todos, abrindo meu coração para todas as bênçãos do céu. Oro, agora, por todos os que estavam prisioneiros no meu coração (talvez seja bom recordar especificamente algumas pessoas, não é?). Permito chegar até eles o Sangue de Jesus derramado na cruz. Obrigado, Pai, porque esse Sangue bendito e salvador foi derramado igualmente por mim e por eles; pelos meus pecados e pelos pecados que me feriram. Obrigado, Pai, pórque a paz pode voltar a reinar em meu coração, pela graça do perdão que flui hoje em mim. Muito obrigado, SENHOR!


domingo, 14 de agosto de 2011

O que faremos? Este Homem multiplica os milagres. (João 11,47)

Desde o começo era muito comum no Ministério de Jesus a realização de milagres. Ele transformou a água em vinho (Jo 2,1-11). Curou o filho de um funcionário do rei sem ao menos vê-lo ou tocá-lo (4,47-54). Mais tarde, com um simples comando, curou um homem que estava paralítico por trinta e oito anos (5,1-9)  Caminhou sobre as águas, multiplicou os peixes e os pães, e deu as visão a um cego de nascença (6,1-15,16-21; 9,1-8). Finalmente, o clímax de todos esses milagres, ressuscitou um homem da morte (11,34-44).
A atitude dos oponentes de Jesus em relação a tudo isso parece ser de indiferença. Eles na verdade não negaram os fatos, simplesmente pareciam não estar preocupados com eles. Ao invés disso, focaram apenas em suas próprias preocupações - a possibilidade de Jesus poder causar-lhes problemas com os Romanios.
Não é exatamente isso que acontece conosco quando perdemos contato com o SENHOR em nossa vida diária? Um milagre ocorre e nós o descartamos com uma explicação desinteressante. Uma pessoa se arrepende e muda a sua vida, e nós o intitulamos como maduro. Sentimos paz na Missa e atribuímos isso á música e não ao Espírito Santo. Será possível que tenhamos ficado "sofisticados" demais para o nosso próprio bem?
Jesus insistiu: "Deixai vir a mim estas criancinhas" (Mt 19,14).
Ele deseja que nos dirijamos a Ele com uma expectativa infantil, com olhos arregalados e maravilhados com o que Ele fará a seguir. Ele deseja que peçamos por milagres e busquemos por Eles, que paremos ocasionalmente durante o dia e indaguemos: O que é que Estás fazendo neste momento?" Os oponentes de Jesus cresceram muito rapidamente. Tornaram-se muito sérios quando deviam simplesmente ficar espantados com o que Deus estava fazendo ao redor deles.
Portanto, acostume-se com a voz suave e baixa do Espírito nas pequenas coisas de sua vida. Jesus não parou de criar ou curar, de alimentar, ou trazer vida ao Seu povo. Ele nunca muda, e o que fez há dois mil anos atrás ainda faz hoje em dia.
Aprenda a sentir Sua presença, a bondade de Seu toque, o som de Sua voz. E prepare-se para ver o espantoso se desdobrar diante de seus olhos! (A Palavra entre Nós, Edição 116/2011, pág. 39)

"Jesus, tome minha mão e conduzi-me hoje. Abra meus olhos para os milagres que estais operando a minha volta e libertai-me para me regozijar com eles." 

sábado, 13 de agosto de 2011

Oi, Jesus, Eu Sou o Zé


Cada dia, ao meio dia, um pobre velho entrava na Igreja e, poucos minutos depois, saía. Um dia, o sacristão lhe perguntou o que fazia, pois havia objetos de valor na Igreja. Venho rezar, respondeu o velho. Mas é estranho, disse o sacristão, que você consiga rezar tão depressa. -"Bem, retrucou o velho, eu não sei rezar aquelas orações compridas, mas todo dia, ao meio dia, eu entro na Igreja e falo: "Oi Jesus, eu sou o Zé, vim lhe visitar". Num minuto, já estou de saída. É só uma oraçãozinha, mas tenho certeza que Ele me ouve.
Alguns dias depois, Zé sofreu um acidente e foi internado num hospital. Na enfermaria, passou a exercer grande influência sobre todos. Os doentes mais tristes tornaram-se alegres e, naquele ambiente onde antes só se ouviam lamentos, agora muitos risos passaram a ser ouvidos.
Um dia, a freira responsável pela enfermaria aproximou-se do Zé e comentou: os outros doentes dizem que você está sempre tão alegre, Zé... O pobre enfermo respondeu prontamente: é verdade, irmã. Estou sempre muito alegre! E digo-lhe que é por causa daquela visita que recebo todos os dias. Ela me faz imensamente feliz!
A irmã ficou intrigada. Já tinha notado que a cadeira encostada na cama do Zé estava sempre vazia. Aquele velho era um solitário, sem ninguém. Quem o visita? E a que horas? Perguntou-lhe.
Bem, irmã, todos os dias, ao meio dia, Ele vem ficar ao pé da cama, por alguns minutos, talvez, segundos...Quando olho para Ele, Ele sorri e me diz: "Oi, Zé, eu sou Jesus, vim te visitar".
A história é singela e seu autor desconhecido, no entanto, o ensinamento que contém nos faz refletir profundamente. Fala-nos da Fé, da simplicidade, da dedicação e da perseverança.
Quem se dispõe, como o Zé, diariamente, de alguns minutos para falar com Jesus?
Muitos ainda confundimos a oração com um amontoado de palavras que vão saindo da boca, destituídas de sentimento e de humildade.
Quantos de nós temos tal perseverança, tanto nas horas de alegria quanto nas de dor, para elevar o pensamento a Jesus, confiando-Lhe a nossa intimidade, com a certeza de que Ele nos ouvirá?

"A oração é uma ponte que se distende da alma oprimida para que o alívio possa chegar. A oração é o fio misterioso, que nos coloca em comunhão com as esferas divinas, é um bálsamo que cura as nossas chagas interiores, é um templo, em cuja doce intimidade encontraremos paz e refugio".
Enfim, "para as sombras da nossa alma, a oração será sempre libertadora alvorada, repleta de renovação e luz". É preciso orar, ainda que a nossa oração seja singela, mas que seja movida pelo Espírito Santo.
"Orando, chegarás ao SENHOR, que Te deu, na prece, um meio seguro de comunicação com a infinita bondade de Deus, em cujo seio dessedentarás o espírito aflito..." (Momentos de Reflexão)

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

As Medidas do Coração
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: "Sede misericordiosos, como também o vosso Pai é misericordioso. Não julgueis e não sereis julgados; não condeneis e não sereis condenados; perdoai e sereis perdoados. Dai e vos será dado. Uma boa medida calcada, sacudida, transbordante será colocada no vosso colo; porque com a mesma medida com que medirdes os outros, vós também sereis medidos". (Lc 6, 36-38) 
Que medidas você tem usado para com os seus semelhantes? São medidas generosas, largas ou ninguém jamais consegue preencher seus padrões e, por isso, as críticas têm sido constantes em seus lábios? Jesus é claro: com a mesma medida com que medirmos, seremos medidos. Não faça de tudo motivo para julgamentos precipitados ou palavras amargas. Espere; alargue as medidas do seu coração; aprenda a olhar o outro com aceitação, e ao mesmo tempo, com esperança. Abrir mão de julgar (e muitas vezes abrir mão de querer "consertar" a outra pessoa, para que ela fique "do nosso jeito") pode ser uma maneira de dar tempo para que as coisas mudem. Quando condenamos alguém, ainda que por coisas pequenas, estamos dando por encerrado algo que talvez Deus ainda queira transformar. Se desejarmos contar com a paciência de Deus a nosso favor, precisamos primeiro exercitá-la em benefício dos irmãos.
Peça a Jesus hoje uma graça toda especial: medidas largas para perdoar; para desculpar as fraquezas dos demais; para crer com toda confiança. Talvez os sofrimentos da vida tenham tornado seu coração um coração apertado, que se amargura com as mínimas coisas. Saiba que você é capaz de alargar o seu coração, pois o Espírito Santo, que é amor, pode ajudá-lo a amar mais, além do que você mesmo é capaz de imaginar. Quando seu coração apertar, ferido por decepções e injustiças, clame pelo socorro do Espírito do Senhor. Ele vai ajudá-lo a perdoar, orar e vencer os limites da mágoa. Essa medida renovada será então o campo onde se derramará a benção de Deus em sua vida.
 Peçamos o auxílio do Espírito Santo
 para que nosso coração não seja sufocado
 pelas mágoas e condenações: 
"Espírito Santo, vem sobre o meu coração nesse dia. Em nome de Jesus, enche-me com o amor que vem do Pai e ajuda-me a ter medidas largas de tolerância e compreensão com meus irmãos. Afasta dos meus lábios toda palavra precipitada de condenação e acusação. Faz-me acreditar na Tua Obra no coração daqueles que eu mesmo não consigo modificar. Faz que eu aceite os seus passos, o seu ritmo, as suas limitações, assim com o o Senhor aceita e respeita o meu caminhar. Ajuda-me, Espirito Santo, a ter medidas largas de perdão, para que meu coração não se feche sobre lembranças doidas e ressentimentos antigos. Quero medir meus irmãos com uma boa medida e vê-los grandes, sem jamais diminuí-los com minhas palavras ou atitudes. Que eu saiba valorizar aqueles que o Senhor colocou em minha vida e que eles encontrem em mim, palavras e gestos de perdão e encorajamento. Vem Espírito Santo, em nome de Jesus. Amém. (texto extraído do Livro "Basta uma Palavra" do Padre Antonio Jose, Paróquia Nossa Senhora de Fátima, Meier, Rio de Janeiro/RJ)




Postagens populares

Sejam todos benvindos ao mundo encantado da Turminha do Rancho das Pererecas

A Turminha do Rancho das Pererecas é tudo de bom!
Essa Turminha é muito inteligente, e nunca param de sonhar...
Sonham com um mundo melhor e mais justo, onde os humanos e os animais, viverão em perfeita harmonia e PAZ!
Sonham com o dia em que o homem não se verá, como um ser superior, mas sim, como parte integrante deste universo chamado Reino Animal...
Essa Turminha, luta por tudo que acreditam, e estão sempre prontos para ajudar a alguém...
São capazes de tirar de si mesmo para dividir com o próximo...
Adoram a Deus, acreditam na vida e amam todos os companheiros deste mundo encantado chamado animal...
Eles acreditam nas criaturas e no Criador...
Vivem buscando novas idéias, novas soluções, novas direções, para que a vida venha ser vivida realmente como um grande Milagre de Deus, pois afinal, no mundo encantado da Turminha do Rancho das Pererecas, tudo é possível àquele que crê!