"Para que todos vejam e saibam, considerem e juntamente entendam, que a mão do SENHOR fez isso, e o Santo de Israel o criou".

Isaías 41.20

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Reaprendendo a amar sua família
"Naquele tempo, Jesus voltou para casa com os discípulos. E de novo se reuniu tanta gente que eles nem sequer podiam comer. Quando souberam disso, os parentes saíram para agarrá-Lo, porque diziam que estava fora de si."     (Mc 3, 20-21)
É confortante saber que Jesus também passou por incompreensões por parte de sua família. Era difícil para os parentes do Senhor vê-Lo se consumir a ponto de não ter tempo para comer. Então, eles resolveram entrar em cena para "cuidar" de Jesus e fizeram isso de maneira bem atrapalhada. Marcos não nos conta como terminou esse episódio, o que não é importante, pois sabemos que Jesus, cheio de sabedoria, deve ter aproveitado até esse incidente para ensinar um nova lição. Importa-nos perceber que essas pequenas contrariedades também fizeram parte da vida diária de Jesus e sempre foram vivenciadas de forma positiva.
Você também deve viver momentos assim, não é? Conflitos de idéias; interferências bem intencionadas mas estabanadas; momentos de vida diferentes para pessoas que estão tão próximas  umas das outras...Busque viver tudo isso de modo sereno, sem prolongar os problemas além do que é necessário para que as coisas voltem ao normal. Tire boas lições das pequenas contrariedades da vida diária.
Duas lições em Nazaré:
Marcos 6,1-6 nos recorda as palavras de Jesus em sua cidade natal, Nazaré da Galiléia: Um profeta só não é estimado em sua pátria, entre seus parentes e familiares". Jesus experimentou uma das maiores dores que podemos sentir: a incompreensão por parte dos parentes e dos amigos mais chegados. O Senhor foi rejeitado justamente por aqueles de quem talvez esperasse maior apoio: os que o conheciam desde a infância e que conviviam com Ele há muito tempo.
Jesus conhece a dor dos que são ignorados pelos familiares por causa do seu Nome. Se você tem vivido situações assim, una seu sofrimento ao coração de Jesus e ore, perdoando. Não permita que as trevas apaguem a luz de Deus que você deseja fazer resplandecer em seu lar.
O mesmo trecho do Evangelho de Marcos termina dizendo que "ali, Jesus não pode fazer milagre algum...E admirou-Se com a falta de fé deles". Quando falamos de milagres, falamos de algo que também depende de nós, de nossa fé. Impedir que a fé aja, não liberá-la em oração, é impedir que milagres aconteçam. Você já usou sua fé, hoje? Já liberou esse poder através da oração? Quem sabe não é isso que está faltando para que o seu dia se transforme numa benção?
Ore por sua família e pelas pequenas coisas do dia de hoje:
Pai amado, agradeço por minha família, a família que me deste. Agradeço porque, ainda que não seja tudo aquilo  que eu gostaria, é um presente de Deus para mim. Quero aprender a amar minha família hoje, do jeito que ela está. Peço perdão  se tenho reclamado demais de meus familiares, se não tenho percebido suas qualidades e as bençãos que o Senhor me oferece por meio deles. Peço perdão por dizer a eles tantas palavras duras e tão poucas palavras de incentivo e carinho. Ajuda-me, Pai, a viver as pequenas contrariedades do dia-a-dia sem perder a paz. Ensina-me muitas coisas através desses pequenos momentos de desafio. Desejo hoje ser luz para minha família, mesmo que não seja compreendido por ela. Dá-me o Teu Espírito Santo para perdoar e interceder por aqueles que colocaste em minha vida. Ajuda-me, Pai, em nome de Jesus. Amém".  (Texto extraído do Livro "Basta uma Palavra" de autoria do Padre Antonio José)
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Sejam todos benvindos ao mundo encantado da Turminha do Rancho das Pererecas

A Turminha do Rancho das Pererecas é tudo de bom!
Essa Turminha é muito inteligente, e nunca param de sonhar...
Sonham com um mundo melhor e mais justo, onde os humanos e os animais, viverão em perfeita harmonia e PAZ!
Sonham com o dia em que o homem não se verá, como um ser superior, mas sim, como parte integrante deste universo chamado Reino Animal...
Essa Turminha, luta por tudo que acreditam, e estão sempre prontos para ajudar a alguém...
São capazes de tirar de si mesmo para dividir com o próximo...
Adoram a Deus, acreditam na vida e amam todos os companheiros deste mundo encantado chamado animal...
Eles acreditam nas criaturas e no Criador...
Vivem buscando novas idéias, novas soluções, novas direções, para que a vida venha ser vivida realmente como um grande Milagre de Deus, pois afinal, no mundo encantado da Turminha do Rancho das Pererecas, tudo é possível àquele que crê!