"Para que todos vejam e saibam, considerem e juntamente entendam, que a mão do SENHOR fez isso, e o Santo de Israel o criou".

Isaías 41.20

domingo, 8 de maio de 2011

PARA PENSAR E REPENSAR...

A contaminação.

                Ananda era uma garota indiana, que vivia a vida miserável dos párias. Desde os primeiros dias da infância, aprendera a não erguer o olhar para encarar outra pessoa.  Oito mil anos de cultura lhe diziam que ela era indigna, por ser pária. Exímia nadadora, vivia de mergulhar no rio Ganges a retirar peças de vestuário, jóias e calçados dos cadáveres.
                Certo dia, descobrindo-a enferma, a família a vendeu a um prostíbulo, onde ela conheceu a lama fétida da imoralidade. Exausta, fugiu para outra cidade, sendo recolhida pelas mãos caridosas das monjas lideradas por Madre Teresa de Calcutá. Conheceu a mensagem de Jesus e optou por se tornar uma das servidoras da Ordem de Madre Teresa.
                   Anos mais tarde, foi servir aos aidéticos em uma penitenciária masculina americana. Foi ali que a sua beleza amorenada, de olhos amendoados, despertou a paixão de um dos internos. Ele a desejou e passou a assediá-la, enquanto ela se esquivava com habilidade. Como as almas corrompidas não acreditam na dignidade de ninguém, entendeu o enfermo que ela o rejeitava por ser aidético.
                     Em certa data em que a dedicada Ananda atendia um doente terminal, ele tomou de uma seringa, encheu-a com o próprio sangue e, traiçoeiro, injetou grande quantidade na freira. Agora somos iguais! gritou, vitorioso . Estranhamente, a missionária não contraiu a Síndrome da Imunodeficiência adquirida a AIDS. Mesmo anos depois, continuou a mostrar que era soro-negativa. Mas por que? - Perguntaram-se os médicos. Afinal, ela recebera uma quantidade concentrada de vírus...
                      Estudiosos haveriam de constatar que  quem comanda o cérebro é a mente, não sendo ele, senão uma maquina que obedece aos comandos.
                      Pesquisando mais, atestaram que quando amamos, sorrimos, adquirimos resistências às viroses, bacilos e toda sorte de doenças. Constatou-se que uma substância enzimática que existe na saliva, diminui, sob certas circunstâncias, como seja a de assisitir a filmes violentos, com predominância de ódio, sexo e agressões. Isso torna o indivíduo vulnerável a constrair a partir de um simples resfriado, enfermidades graves. Essa substância aumenta o seu potencial ante mensagem de amor, de beleza, de altruísmo, conferindo possibilidade de saúde.
                    Ananda não se contaminou pois estava em paz, em harmonia. O seu desejo era o de servir no bem.
                     Adoecer, contrair moléstias é decisão pessoal. Não foi por outro motivo que as exortações de Jesus se referem à paz de consciência:
"Vigiai e orai, para que não venhais a sucumbir".
(Momento de Reflexão - http://www.reflexao.com.br/)


    
                       

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postagens populares

Sejam todos benvindos ao mundo encantado da Turminha do Rancho das Pererecas

A Turminha do Rancho das Pererecas é tudo de bom!
Essa Turminha é muito inteligente, e nunca param de sonhar...
Sonham com um mundo melhor e mais justo, onde os humanos e os animais, viverão em perfeita harmonia e PAZ!
Sonham com o dia em que o homem não se verá, como um ser superior, mas sim, como parte integrante deste universo chamado Reino Animal...
Essa Turminha, luta por tudo que acreditam, e estão sempre prontos para ajudar a alguém...
São capazes de tirar de si mesmo para dividir com o próximo...
Adoram a Deus, acreditam na vida e amam todos os companheiros deste mundo encantado chamado animal...
Eles acreditam nas criaturas e no Criador...
Vivem buscando novas idéias, novas soluções, novas direções, para que a vida venha ser vivida realmente como um grande Milagre de Deus, pois afinal, no mundo encantado da Turminha do Rancho das Pererecas, tudo é possível àquele que crê!