"Para que todos vejam e saibam, considerem e juntamente entendam, que a mão do SENHOR fez isso, e o Santo de Israel o criou".

Isaías 41.20

sexta-feira, 23 de dezembro de 2011

A PERDA DO SAPATO

            Lembro-me de uma historinha que muitos já conhecem. Era um senhor com idade avançada e esperava o ônibus. Ainda bem que haviam outras pessoas para tomar aquela condução. Infelizmente, se ele estivesse sozinho, o motorista talvez praticasse o que os outros fazem com os idosos: simplesmente não param. Falta-lhes um pouco de humanidade. Ele foi o último a subir as escadas, apresentando certa dificuldade, proveniente da idade. O motorista, impaciente, acelerou o ônibus, fechando a porta e o nosso amigo ficou com o pé preso. Ele puxou a perna e o sapato caiu do lado de fora. Ele, já refeito do susto, tirou o outro sapato e jogou pela janela. Um rapaz que estava perto, disse-lhe:
         - Que absurdo, o senhor jogar o sapato fora!
         O idoso lhe respondeu:
          - Se eu perdi um, para que me serve o outro? Se alguém achar na rua o pé, não serve para mais nada, mas os dois lhe poderão ser úteis. Afinal, a perda de meu par de sapatos poderá preencher a necessidade de um pobre coitado.
           Estamos chegando ao final do ano e talvez pensando nas perdas que ocorreram. Veja o que aconteceu com o senhor do ônibus. Se as perdas diminuíram o consumismo, a ganância, o egoísmo, a prepotência e tantas outras coisas, terminamos o ano relativamente bem. Em consequência, abriu-se um vazio no nosso interior, pronto para receber as novidades do próximo ano.
          Como é importante não estarmos abarrotados de supérfulos e de nossas misérias. Só assim haverá espaço para se reconciliar com quem ainda estamos brigados. Também haverá um lugar para Deus habitar em nosso coração, ajudando-nos a jogar fora o que ainda não tivemos coragem de fazer. Quem sabe isso possa ser útil a um amigo ou a um inimigo ou a um estranho e ele poderá enfrentar melhor as vicissitudes do próximo ano. Não lamentemos as perdas, seguindo o exemplo do idoso de noss história.
             Vejamos o que nos diz o poeta Fernando Pessoa:
"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas, que já tem a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos que nos levam aos mesmo lugares. É o tempo de travessias; e, se não ousarmos fazê-lo, teremos ficado, para sempre, à margem de nós mesmos."
             Peçamos a Virgem Maria, nossa Mãe, que caminhe conosco durante todo o ano e nos dê forças e sabedoria nas nossas perdas, porque o que vem do SENHOR é sempre abençoado!
  Feliz Natal! Um Ano Novo de muitas realizações!
(Texto: Adriano Gonçalves, Paróquia Santo Afonso, Missionários Redentoristas, ano IX nº 187, 12/2010)

2 comentários:

  1. Um feliz ano novo com muita luz de Deus pra vocês, amiguinhos.
    Abraços

    ResponderExcluir
  2. Salve Maria
    Quero convida você meu irmão a participar do blog
    Soldados católicos foi fundando com o objetivos de reuni todos os sites e blog católico em um lugar só em categorias. E procura sites e blogs católicos bons que não são conhecidos.
    Se você se escreve as sua postagem sera divulgada por Email e pelo o Facebook e muitas pessoas poderão se interessa em ver o seu blog e assim a evangelização que já acontese seria mas divulgada esse é o objetivo do blog soldados católicos se tive interessado esconha uma categoria para o seu blog e envie um email ou um cometário esse é o link do blog.


    http://ossoldadoscatolicos.blogspot.com/

    e-mail para contato: soldadoscatolicos2@hotmail.com

    paz e bem

    ResponderExcluir

Postagens populares

Sejam todos benvindos ao mundo encantado da Turminha do Rancho das Pererecas

A Turminha do Rancho das Pererecas é tudo de bom!
Essa Turminha é muito inteligente, e nunca param de sonhar...
Sonham com um mundo melhor e mais justo, onde os humanos e os animais, viverão em perfeita harmonia e PAZ!
Sonham com o dia em que o homem não se verá, como um ser superior, mas sim, como parte integrante deste universo chamado Reino Animal...
Essa Turminha, luta por tudo que acreditam, e estão sempre prontos para ajudar a alguém...
São capazes de tirar de si mesmo para dividir com o próximo...
Adoram a Deus, acreditam na vida e amam todos os companheiros deste mundo encantado chamado animal...
Eles acreditam nas criaturas e no Criador...
Vivem buscando novas idéias, novas soluções, novas direções, para que a vida venha ser vivida realmente como um grande Milagre de Deus, pois afinal, no mundo encantado da Turminha do Rancho das Pererecas, tudo é possível àquele que crê!